Diário de Bordo

Bodas de Prata da crise da Ásia

George Wachsmann

27 out 2022, 17:18 (Atualizado em 27 out 2022, 17:18)

Bodas de Prata da crise da Ásia

Na última segunda feira, 24/10, meu amigo Patah (CIO do UBS Wealth Management aqui no Brasil) comemorou 25 anos de casado.

Foi ele quem me lembrou da data. E emendou com uma provocação. Na legenda da foto acima dele carregando a Fabi no colo, na entrada do quarto do hotel, na noite de núpcias (que eu dei de presente para eles), ele escreveu:

“Jojo, 25 anos da crise asiática! Naquele dia, a Bolsa de Hong Kong tinha caído 5%… Hoje caiu 6%!! Espero que não seja o começo de uma nova crise 😱😱😱”

Pois é. Eles se casaram na sexta-feira, 24/10/1997, e a crise da Ásia explodiu 4 dias depois, na terça-feira, 28/10. Isso tudo há 25 anos! Muitas pessoas já me ouviram contar essa história. Contei até em alguns Diários de Bordo

Patah (meu chefe, na época) em lua-de mel no Hawaii, mercados enlouquecidos e eu ali, na minha primeira vez como responsável (interino) pela mesa internacional da Asset do Unibanco, gerindo uma carteira enorme de Bonds brasileiros cujos preços simplesmente derreteram. Tínhamos em carteira 10% de todas as emissões de títulos de dívida internacional de empresas brasileiras, além dos títulos da República.

Foram 3 semanas alucinantes. Eu perdi 12 quilos e não por outro motivo sempre digo que (quase) todos os meus cabelos brancos vêm daquela época.

Voltando à provocação, eu não acho que estamos às vésperas de uma nova crise asiática. Pelo menos, não igual àquela. Mas os mercados por lá, especialmente o chinês (hoje o principal protagonista do continente), vem sofrendo já há anos. Nos últimos 5 anos, desde o pico de valorização no início de 2018 até hoje, a Bolsa de Hong Kong caiu 50%! Por comparação, no mesmo período, o S&P 500 subiu 40% (mesmo caindo 20% esse ano)!

Só este mês a Bolsa chinesa cai mais de 10% (o S&P 500 sobre mais de 6% no mês). Parte desse movimento é uma resposta dos investidores à situação política por lá. 

Um sentimento de desespero varreu os mercados chineses à medida que Xi Jinping começou a preencher os cargos de liderança de seu governo com seus partidários. 

As ações chegaram ao limite de seu pior dia, em Hong Kong, desde a crise financeira mundial de 2008 e o yuan se enfraqueceu a seu nível mais baixo em 14 anos. Nosso fundo mais afetado nesse cenário é o Tech Asia. O fundo cai quase 20% neste mês e 50% neste ano, praticamente o mesmo resultado desde o seu início, 25 meses atrás. Difícil arriscar qual o cenário daqui para frente. Recentemente diminuímos a posição em China de 60% para 40% do fundo, ainda assim uma posição substancial.

Xi Jinping se colocou na posição de governar a China por pelo menos mais uma década e, talvez para sempre, enquanto for vivo. A questão agora é o que ele fará com todo esse poder. Até 2049, no 100º aniversário da República Popular da China, Xi Jinping disse querer garantir que o país “lidere o mundo em termos de força econômica e influência internacional”.  Como disse o editor chefe da Bloomberg News, David E. Rovella “é como ele planeja chegar lá que está deixando os mercados inquietos”. 

Falando em mercados inquietos, pelo menos na Inglaterra, a temperatura baixou com o anúncio do novo primeiro-ministro Rishi Sunak. O novo líder do Partido Conservador prometeu “limpar a bagunça” da sua antecessora Truss, com estabilidade e unidade. O mercado espera e acredita que o ex-ministro das Finanças traga a austeridade fiscal de volta.

Voltando para os nossos assuntos locais, esta semana recebi do meu amigo Schmil a seguinte mensagem:

“Jojo, você que é um cara do mercado e tem ouvido muitas pessoas influentes… quem vai vencer?”

Assim que a mensagem apareceu no grupo de Whatsapp que tenho com meus amigos de escola e da vida toda, respondi sem titubear: 

“Vai ser apertado, mas acho que o Flamengo leva.”

Brincadeiras à parte, a melhor notícia sobre as eleições é que está acabando. Ninguém aguenta mais tanta polarização e tantos sinais ruins para a condução futura do país, independentemente de quem ganhe. 

O resultado do domingo também promete ser apertado, talvez até mais que a disputa do sábado. A discussão desta semana é quão negativo terá sido para a campanha do atual presidente o episódio do ataque e prisão de Roberto Jefferson. Na semana passada, a leitura do mercado era de que o aumento da censura e a pressão do TSE e STF acabaram tendo efeito positivo nas chances de reeleição. 

No meio dessas dúvidas, o mercado local oscilou bastante. O Ibovespa cai mais de 5% nesta semana, diminuindo os ganhos do mês para um pouco mais de 3%. O Real também reagiu mal, desvalorizando-se, cotado quase a 5,40 (agora já voltou um pouco para 5,30). 

Ontem, quarta-feira, o Banco Central manteve a taxa de juros Selic inalterada em 13,75%, sem surpresas no comunicado. Decretado o fim do ciclo de alta, o mercado começa a discutir quando as taxas começarão a baixar. As apostas, atualmente, estão apontando para o 2º trimestre do ano que vem.

Enfim, mais 3 dias, e poderemos deixar o assunto das Eleições para trás e voltar a olhar para frente. Economia parece não preocupar, pelo menos para o ano que vem, mas recuperar a credibilidade em valores como democracia, justiça, respeito à lei e às instituições parece ser o mais importante a fazer, seja quem for o candidato vencedor no domingo.

E, por fim, deixo aqui um beijo para a Mano, minha enteada que completou 14 aninhos esta semana e ficaria muito brava se eu passasse em branco nesse Diário! Pronto Mano, tá pago! Te amo. 

Ainda dá tempo!

Qual foi a última vez que você criou um novo projeto e se orgulhou dele? 

Eu fiz isso esta semana. Você já deve saber qual é o projeto. Nas duas últimas edições do Diário de Bordo falei sobre ele: o nosso MBA de Gestão de Fundos.

A Empiricus, em parceria com a Faap, abriu esse MBA em Mercado Financeiro, juntando toda a expertise de mercado da casa de análise com o conhecimento e estrutura de um dos maiores centros universitários do país. O resultado não poderia ser diferente…

Já são muitos alunos matriculados para fazer parte da melhor formação de mercado possível e que terão a oportunidade de estar junto dos maiores nomes do setor. Você é um deles?

Se você ainda não entrou no MBA, clique aqui agora mesmo e faça a sua matrícula.

A primeira aula já é segunda-feira, dia 31. Te vejo lá?

Mais um ano de Empiricus e um presente para você!

Esse é o mês dos aniversários. A Empiricus Research comemora seus 13 anos de existência em outubro e seguimos o clichê: o aniversário é nosso, mas quem ganha presente é você.

Em comemoração à data, decidimos fazer um evento que irá reunir grandes nomes do mercado. Dentre eles, Daniel Goldberg (Lumina), Rubens Ometto (Cosan), Rogério Xavier (SPX), João Luiz Braga (Encore), Beatriz Fortunato (Studio), André Ribeiro (Brasil Capital) e muito mais.

O Market Changers acontece no dia 31, próxima segunda-feira. Se você tem a partir de R$ 300 mil investidos e quiser participar, entre em contato com o seu assessor. Também faremos a transmissão caso queira assistir remoto de onde estiver.  

Para se inscrever e conferir a programação completa, basta clicar aqui.

4 anos de SuperPrevidência

Se você leu o último Diário de Bordo, então agora já sabe qual é a história da Vitreo (Empiricus Investimentos). Há 4 anos atrás, abrimos o site para captação do nosso primeiro produto: o FoF SuperPrevidência. Ou seja, acabamos de comemorar, também, o aniversário desse fundo.

Quero aproveitar para lembrar-lhes que estamos chegando na reta final para que você turbine a restituição do seu Imposto de Renda. Ao investir em um plano PGBL, quando for fazer a declaração, poderá abater até 12% da sua renda bruta tributável anual.

Um “baita” benefício fiscal que pode fazer com que você receba um valor de restituição ainda mais alto. Tudo que você precisa fazer é investir em um plano de previdência até o final desse ano e aproveitar essa vantagem tributária. Para investir agora mesmo, é só clicar aqui.

Operação Estruturada

Você conseguiu entrar na última operação estruturada de eleições?

Quem investiu na estratégia no 1º turno, conquistou um lucro de 42% em menos de 1 mês, entre os dias 26 de setembro e 21 de outubro. Agora, estamos com uma nova rodada dessa operação de eleições para o 2º turno. Você viu?

Recomendada pelo Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus Research, através dessa operação chamada “Strangle” você poderá buscar ganhos de 3 dígitos com a volatilidade de PETR4. Se o ativo subir, você pode ganhar. Se cair, também. Em qualquer um dos dois cenários, você pode embolsar lucros.

Se interessou? Você pode clicar aqui agora mesmo e falar com o Bruno Guimarães, assessor de Renda Variável, para solicitar a sua entrada na operação.

Caso você tenha alguma dúvida ou sugestão, basta enviar-nos pelo

atendimento@empiricusinvestimentos.com.br.

Até a próxima semana.

Um abraço,

Conteúdos Relacionados

12 jul 2024, 12:09

A tecnologia é o que move o planeta

Na última segunda feira, 24/10, meu amigo Patah (CIO do UBS Wealth Management aqui no Brasil) comemorou 25 anos de casado [...]

Ler Conteúdo

26 jun 2024, 17:48

Globalizando a sua aposentadoria

Na última segunda feira, 24/10, meu amigo Patah (CIO do UBS Wealth Management aqui no Brasil) comemorou 25 anos de casado [...]

Ler Conteúdo

20 jun 2024, 15:07

Investidores também têm sentimentos

Na última segunda feira, 24/10, meu amigo Patah (CIO do UBS Wealth Management aqui no Brasil) comemorou 25 anos de casado [...]

Ler Conteúdo

13 jun 2024, 15:44

Bull Market, a  gigante de Cupertino e o que o investidor local não deveria fazer…

Na última segunda feira, 24/10, meu amigo Patah (CIO do UBS Wealth Management aqui no Brasil) comemorou 25 anos de casado [...]

Ler Conteúdo

6 jun 2024, 13:45

Hora de cruzar o Pacífico? Um ângulo diferente (e mais sóbrio) sobre a China

Na última segunda feira, 24/10, meu amigo Patah (CIO do UBS Wealth Management aqui no Brasil) comemorou 25 anos de casado [...]

Ler Conteúdo

29 maio 2024, 18:51

Mercado(s) complicado(s)

Na última segunda feira, 24/10, meu amigo Patah (CIO do UBS Wealth Management aqui no Brasil) comemorou 25 anos de casado [...]

Ler Conteúdo

Receba conteúdos exclusivos diretamente em seu e-mail